Grails: é InnoDB que eu quero, não MyISAM!

Ao desenvolver uma aplicação feita em Grails (1.0.2) que utiliza o MySQL como banco de dados, percebi que não estavam sendo gerados os relacionamentos entre as tabelas. Investigando a estrutura das tabelas, percebi que o Grails na realidade estava criando minhas tabelas usando o formato MyISAM ao invés do InnoDB. Como tudo (ou quase) no Grails, solucionar o problema é incrívelmente simples: basta seguir o procedimento abaixo:

Edite o arquivo /grails-app/conf/DataSource.groovy e adicione a seguinte linha de comando:

dialect='org.hibernate.dialect.MySQL5InnoDBDialect'

Esta instrução irá selecionar como dialeto padrão do Hiberante o dialeto do InnoDB e, consequentemente, todas as suas tabelas serão geradas neste formato, possibilitando assim a criação dos relacionamentos entre as tabelas. Simples assim.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.